Papeando por aí #08




Olá gente, hoje venho trazer o bate papo que tive com o autor do livro As Faces de um Anjo, o Hermes Lourenço \õ/ .


Quem é Hermes Marcondes Lourenço?
Sou médico, casado, pai de um lindo casal de filhos, esposo apaixonado e que ama a medicina e escrever livros voltados à ficção. Também adoro livros de magia e ilusionismo e um bom vinho é claro. Nasci na cidade de Itapeva – SP, morei um bom tempo na cidade de Brotas – SP e atualmente resido na cidade de Belo Horizonte.






De onde veio sua inspiração para escrever o livro Faces de um anjo?
Sempre quis escrever um livro de ficção que envolvesse a tão sonhada viajem no tempo. Porém estava com o esboço pronto e percebi que faltava algo para apimentar a trama. Foi então que surgiu a ideia de criar Samael – um psicopata que se julga um anjo inquisidor.
Então a história criou o suspense e a ação necessária e um final de tirar o fôlego. rs






O que você considera mais difícil, escrever um livro ou publica-lo?
Ótima pergunta! Acredito que as duas tarefas são difíceis. Para escrever um livro você tem que ter paciência e persistência. Escrever diariamente.  Já para publicar um livro a paciência tem que ser redobrada, pois a tarefa de se encontrar uma editora e um editor amigo não é fácil. Felizmente encontrei a Dracaena que está investindo nos talentos brasileiros.


Você acha que é possível viver apenas como escritor no Brasil?
O problema no Brasil é que os novos escritores nacionais ainda não são conhecidos. Muita gente desiste no meio do caminho, isso sem contar um monte de editoras que exploram o autor cobrando uma fortuna para que ele tenha o livro publicado.  Por isso acho pouco provável – mas não impossível – que um autor iniciante viva exclusivamente de seus livros..


Você considera difícil conciliar o seu trabalho como médico e o seu trabalho como escritor?
Sim. Não é fácil compartilhar uma carga horária médica com tempo livre para escrever.
Meu segredo é que planejo meu tempo. Consigo fazer um pouco de tudo. Mas tenho uma confissão a fazer a meus leitores. Estou diminuindo minha carga de trabalho na área médica.




Você já tem em mente quais serão seus próximos livros?
Sim, já estou finalizando um novo livro – que irá seguir a mesma linha de ação, suspense e ficção - e acredito que já no final de abril e inicio de maio irei encaminhá-lo para a Dracaena. Acredito que até final de maio tem livro novo a caminho.
Também vou dar continuidade a trilogia do Enigma do Fogo Sagrado, na qual pretendo lançar a coleção em Box com a editora Dracaena.
Posso garantir tem muita novidade boa a caminho.




O que você tem achado da reação do público em relação as suas obras?
 O que mais tenho recebido são cobranças em relação a novos livros e isso é um bom sinal. Acredito que meus leitores estão aumentando. Recebo e-mails e mensagens muito cativantes, isso sem contar o apoio do editor Léo Kades.




Qual a sua opinião sobre o mercado literário brasileiro atualmente?
O mercado brasileiro infelizmente ainda tem as portas fechadas para autores nacionais. Poucos se arriscam em investir num novo autor.
O lamentável é que algumas editoras exploram financeiramente o sonho do autor em ver seu livro publicado chegando a cobrar um preço astronômico para a publicação de um livro.
Nesse caminho fiquei muito feliz em ter encontrado com a editora Dracaena, que surgiu oferecendo um livro de qualidade no aspecto editorial e abrindo as portas para o autor realizar o sonho de ter um livro publicado, desde que aprovado após analise editorial.


Em sua opinião o que deveria ser feito no Brasil para o aumento do incentivo na leitura?
A resposta é simples. Investir nos autores nacionais.
Temos excelentes obras capazes de tornar-se Best Sellers esperando para ser publicada. Isso sem contar que você pode ter sorte e conseguir se comunicar com seu autor favorito através de email ou encontrá-lo pessoalmente nas bienais.
A literatura brasileira não morreu. Pelo contrário está passando por uma das mais belas transformações.


Qual dentre os personagens que você já escreveu você considera o melhor ou o que você mais se identifica?


São tantos personagens! Porém confesso que tenho um carinho especial até por alguns vilões...rs.
Acredito que os personagens que mais me deram trabalho para criar o perfil psicológico foram os que mais atraíram minha atenção. Dentre eles posso citar A Vó Medéia de Porto Calvário, Nicolas Flynth do Enigma do Fogo Sagrado e Samael, o psicopata do livro Faces de um Anjo.




Poderia deixar uma mensagem para os leitores do blog? ;)
Primeiramente gostaria de agradecer a Thalita pela oportunidade em divulgar meu trabalho e peço a todos que valorizem os autores nacionais. Lembrem-se de que para escrever um livro qualquer um é capaz, porém prender a atenção do leitor e conquistá-lo somente um escritor consegue, e isso nenhuma faculdade ou curso é capaz de ensinar.
Um forte abraço a todos!

Eu que agradeço pela entrevista Hermes *---*



Bem gente por hora é isso, espero que tenham curtido a entrevista \õ/ 


Beijos e até õ/.

11 comentários:

Andy Reis Elcimar disse... [Responder comentário]

HAHA que mágico poder fazer um entrevista com um autor, isso é lindo demais! .. :D

Finalmente as inscrições para o AGIR 2012 começaram! Inscreva-se e não perca tempo nessa guerra..
http://acessopermitidoblog.blogspot.com.br/2012/04/agir-2012-inscricoes-abertas.html

Steh disse... [Responder comentário]

Nossa, sério? É, assim, o filme me prendeu porque eu de verdade fiquei esperando algo MELHOR dele, sabe? A esperana não morreu até o fim sabe ahahaha :(((((( foda mesmo!

Sora Seishin disse... [Responder comentário]

Oi Thalita!
Gostei bastante da entrevista! Me surpreendi por saber que o autor é médico e conseguiu conciliar a escrita com a profissão. Isso é algo que pouquíssimas pessoas conseguem fazer.

Beijos,
Sora - Meu Jardim de Livros

Sammy disse... [Responder comentário]

Adorei a entrevista, e poder conhecer um pouco sobre o autor (vou procurar o livro dele para comprar, quero muito conhecer sua obra!). Achei as respostas dele ótimas, e ele esta certissimo, e creio que as livrarias também tem uma parcela de culpa, digamos assim, afinal, se formos ver, o que esta em destaque normalmente são livros de escritores estrangeiros, dando pouca atenção aos nacionais.

Creio, que todos devemos dar uma chance, afinal nossa literatura é muito rica, seja a antiga ou a atual!

Bjs

www.daimaginacaoaescrita.com

HONORATO, Sandro disse... [Responder comentário]

Lindona :)
Como vai?
Adorei a entrevista *-*
To doido pra ler o livro dele *----*

Falando em livro,mandei pra ti o livro :p

E ai como foi a Páscoa? muito chocolate?kkkkkkk

Beijos e cuide-se Lindona

Karine Marinho disse... [Responder comentário]

Adorei a entrevista . Não conhecia nem ele, nem o livro :)
Beijso,K.
Girl Spoiled

meucoracaodetinta disse... [Responder comentário]

Caraca! A cada dia que passa minha vontade de ler esse livro vai crescendo! :D
Foi uma ótima entrevista!
Parabéns! \õ/

Luara Cardoso disse... [Responder comentário]

Ótima a entrevista! Conhecia o livro porque já vi no skoob, mas não conhecia o autor.
Adorei o post!

Um beijo,
Luara - Estante Vertical

MaNa disse... [Responder comentário]

Feliz Páscoa atrasada!!!!
Nossa quero tanto ler esse livro...
:D Ficou muito boa a entrevista.

Bjs

Le Deby disse... [Responder comentário]

Não conhecia esse autor e nem o livro, mas fiquei super apaixonada, já que ando numa fase de amor por anjos *--*
Gostei bastante da entrevista :D

ledeby.bligspot.com

Ítala disse... [Responder comentário]

Que legal
entrevista com um autor
achei mega interessante
eu nem tenho lindo muitos livros de literatura.
primeiro era a faculdade, agora o trabalho.
Tudo desculpas, mas eu vou me reerguer e voltar a ler. É meta de ano novo

bjs

Oii, obrigada por comentar (:
Deixe seu link que eu visito o seu*0*


Em caso de pedidos de parceria favor dê uma olhada na página de parcerias e siga o passo-a-passo que tem lá ^^

Se gostou do post e quer repostar ele deixe seu email nos comentários que eu lhe envio ^^