Um curso para homens

Hoje estava mais uma vez vagando pela internet a procura de uma músicas, acabei parando em um site muito legal, tem as melhores soundtracks *--*, só que não é dele que quero falar é de um outro site que achei nos parceiros dele o site é esse aqui: Alguém vai me ouvir , só que ainda não é esse o ponto que eu quero chegar, o lugar onde quero chegar é ao último post que eles fizeram que é nome é "Curso para Homens "Homens de Verdade" será?!?!" O post faz é sobre um curso para "treinar" os homens a fazerem certo coisas que nós odiamos que eles façam errado. Vou colocar aqui a apresentação do tal curso: 





“CURSO SÓ PARA HOMENS – INSCRIÇÕES ABERTAS, VAGAS ILIMITADAS”

Devido à complexidade e dificuldade de assimilação dos temas, os cursos terão um máximo de 08 (oito) participantes por sala. As inscrições estarão abertas durante a próxima semana.

SERÃO OS SEGUINTES TEMAS:

TEMA 1 – Como se enche as fôrmas de gelo. (Passo a Passo, com apresentação de slides).

TEMA 2 – O rolo de papel higiênico: será que nasce no porta-rolo? (Mesa redonda)

TEMA 3 – É possível tomar banho sem respingar fora do box e não deixá-lo cheio de resíduos de shampoo? (Práticas em grupo)

TEMA 4 – Técnicas primárias de como baixa a tampa do vaso sanitário após urinar.(Vai ocupar metade do curso explicando)

TEMA 5 – Diferenças fundamentais entre o cesto de roupa suja e o chão. (Desenhos e gráficos esclarecedores)

TEMA 6 – A louça após as refeições: Levita sozinha até chegar à pia? (Exemplos em vídeo)

TEMA 7 – Perde-se a identidade se não tiver na mão o controle remoto? (Debate com um psicólogo)

TEMA 8 – Fazer a mala: incompetência nata ou incapacidade mental progressiva? (Iniciação lúdica)

TEMA 9 – Como aprender a encontrar coisas, começando por procurar no lugar certo em vez de remexer a casa toda aos gritos, pelo hábito de tirar as coisas do lugar e não retornar? (Passo a passo, e exercícios de memorização)

TEMA 10 – Comprar chocolates e presentear a Esposa não é prejudicial à saúde. (Gráficos e montagem audiovisual)

TEMA 11 – Aprendendo a viver: diferenças básicas entre Esposa e Mãe, e que não se educa filho com palavras mas com o exemplo dos seus próprios atos. (Aula virtual com prática presencial)

TEMA 12 – Como ser um bom acompanhante em shoppings, sem reclamar e protestar, já que os shoppings são o paraíso das mulheres e o inferno dos maridos (Exercícios de relaxamento e autocontrole)

TEMA 13 – Como pensar e refletir.(Apresentação de slides mostrando onde ficam os neurônios)

TEMA 14 – Como lutar contra a atrofia cerebral: Recordar ANIVERSÁRIOS, outras datas importantes e telefonar quando se atrasa e/ou quando não vai poder ir ao encontro marcado. (Dinâmica em grupo)

Encerramento do curso e entrega de diplomas aos sobreviventes.



Sabem o mais legal de tudo? O curso existe mesmo! No Brasil ele pode ser feito com a "bed stylist" Maria Ângela Brito e até que tem bastante procura rs'. Sou não dou mais detalhes sobre o curso porque, infelizmente, não consegui encontrar :/ 


Uma dica para passar o tempo na frente do pc

Ehhh, finalmente as minha férias chegaram! Começaram sexta-feira. E como não vou viajar, de novo, vou passar muito tempo na frente do pc já que grande parte das minhas amigas ou estam viajando ou já voltaram a estudar ou ainda nem entraram de férias! Dai a alguns dias atrás estava conversando com uma amiga e ela me deu uma hiper dica sobre um teste, entrei fiz o teste achei mega legal dai decidi continuar navegando pelo site para ver se achava outros por lá e encontrei (: 
  
Vou mostrar para vocês alguns dos que eu fiz

O primeiro que fiz é para ver que tipo de leitor sou, o link é esse aqui: Que tipo de leitor você é?


O meu resultado foi esse aqui: 



 Gostei do resultado, acho que combinou rs'
  Nesse mesmo site achei outras opções de testes, entre eles o Quem é você na escola?

E o resultado foi esse aqui: 

Ah desse não gostei do resultado, não sou encrenqueira sou da paz. 

Outro teste que fiz lá que tbm achei super interessante foi o Que canção do Legião Urbana é você?

Com esse foi diferente, já que sou apaixonada por legião *--*
Meu resultado foi esse aqui 

  
Adorei meu resultado *--*! Amo essa música 
A via láctea 

Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz...
Mas não me diga isso...
Hoje a tristeza
Não é passageira
Hoje fiquei com febre
A tarde inteira
E quando chegar a noite
Cada estrela
Parecerá uma lágrima...
Queria ser como os outros
E rir das desgraças da vida
Ou fingir estar sempre bem
Ver a leveza
Das coisas com humor...
Mas não me diga isso...
É só hoje e isso passa
Só me deixe aqui quieto
Isso passa
Amanhã é um outro dia
Não é?...
Eu nem sei porque
Me sinto assim
Vem de repente um anjo
Triste perto de mim...
E essa febre que não passa
E meu sorriso sem graça
Não me dê atenção
Mas obrigado
Por pensar em mim...
Quando tudo está perdido
Sempre existe uma luz
Quando tudo está perdido
Sempre existe um caminho...
Quando tudo está perdido
Eu me sinto tão sozinho
Quando tudo está perdido
Não quero mais ser
Quem eu sou...
Mas não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado
Por pensar em mim...
Não me diga isso
Não me dê atenção
E obrigado
Por pensar em mim... 




Linda música não? 
 
Espero que tenham gostado da dica e que visitem o site. 

Sonhos.....

Sabe eu tenho o que para alguns é um péssimo hábito, eu sempre acredito que as coisas vão melhorar, que tudo vai dar certo, fico as vezes horas e horas perdida em um mundo de fantasias que fica dentro de mim, sou o que se pode chamar de sonhadora nata. Já tentei sair dessa e ir dar uma de pessimista, só que não consigo sempre encontro algo que vá me fazer sonhar. 







Como já dizia Clarisse Lispector no poema O Sonho

"Sonhe com aquilo que você quer ser,
porque você possui apenas uma vida
e nela só se tem uma chance
de fazer aquilo que quer.

Tenha felicidade bastante para fazê-la doce.

Dificuldades para fazê-la forte.
Tristeza para fazê-la humana.
E esperança suficiente para fazê-la feliz.

As pessoas mais felizes não tem as melhores coisas.

Elas sabem fazer o melhor das oportunidades
que aparecem em seus caminhos.

A felicidade aparece para aqueles que choram.

Para aqueles que se machucam
Para aqueles que buscam e tentam sempre.
E para aqueles que reconhecem
a importância das pessoas que passaram por suas vidas."

Have Dreams, Will Travel ou Dream It Out Loud ou Em Busca da Felicidade

div>
Além de ser apaixonada por livros sou apaixonada por filmes tabém, ontem minha irmã me trouxe um filme lindo, só que quanto ao nome ainda é uma coisa não definida, na capa estava Em Busca da Felicidade só que fui procurar pelo google e acabei achando outros nomes para o filme o que acho que tem mais a ver com o filme é Have Dreams, Will Travel já que no filme há uma viagem por causa de sonhos. 
O filme é narrado por Benjamin Reynolds, um menino que vive com os pais negligentes em na década de 60 no oeste do Texas: a mãe, como afirma Ben, "é psicótica e obcecada por estrelas de cinema a um ponto que desafia qualquer explicação" e um pai que é muito obcecado por seu barco. Ben explica como seu pai conheceu sua mãe, no que ele diz ser uma "situação de vulnerabilidade" e diz também  "que eles nunca deveriam ter casado, e que definitivamente nunca deveria ter tido um filho. Mas eles fizeram, isso acontece. A aleatoriedade da vida e tudo isso." Ben explica como as coisas foram ficando cada vez pior, devido à obsessão de seus pais, sua mãe com a  contratação de trabalhadores que se parecessem com astros do cinema para corrigir os problemas que seu pai poderia ter corrigido, mas não porque estava se concentrando na construção de seu barco.
Em uma noite de tempestade, há um grave acidente de carro fora da lanchonete dos Reynolds. Eles vão ajudar os passageiros, mas encontramos apenas um único sobrevivente, uma jovem com idade de Ben. Os pais de Ben concordam em tomar da menina, Cassie Kennington, enquanto ela se recupera de seus ferimentos e até que ela possa ia para a casa dos avôs. A primeira visão real da Cass é quando Ben lhe traz uma refeição do jantar bem preparado, que ela diminui depois de fazer um comentário sarcástico sobre ter um fígado "parcialmente dilacerado". Quando Ben começa a sair da sala, Cass pergunta rapidamente se os corpos dos pais dela já foram enviados de volta para Amarillo (cidade onde eles moravam) para o enterro e como o acidente foi listado no relatório oficial da polícia. Ben responde com um estranho, "eu não tenho certeza." Cass diz que seu pai dirigia embriagado e acelerou demais e que foi por isso que aconteceu o acidente.
Na noite seguinte, encontramos Cass abruptamente despertado de um breve flashback de algo que ela parece estar se escondendo. Ben está sentado ao pé de sua cama, a olhando e lhe diz: "você estava gritando." Cass toma um gole de água e apenas responde que está tarde e que ele deveria voltar a dormir.Poucas horas depois Cass está sentada no quarto de Ben olhando fixamente para ele dormir.  Quando ele acorda ao alvorecer da manhã e observa ela, ele silenciosamente grita: "Jesus!" Ela passa a perguntar-lhe se ele gosta dela ou apenas sente pena de sua situação. Ben concorda que ele gosta dela. Cass começa a explicar que há pouca razão para permanecer ali e encoraja-o a fugir com ela e viver com ela e seus tios liberais que moram em Baltimore.
Ele aceita e no caminho pela estrada, Cass explica a importância de ter um plano e não apenas um "sonho". Após a explicação altamente intelectual de Cassie do que é um sonho, ele pergunta: "Qual parte do seu cérebro trabalha tão duro e faz você pensar e falar desse jeito?" Cass lhe informa que seu pai era um professor com um vocabulário muito amplo e sobre sua mãe ela diz que ela "nunca fez nada." Sua primeira parada é em uma fazenda de suínos mantida por Henderson, que se aproxima deles escondidos em sua casa de porco. Henderson explica que sua esposa viu-os entrar do outro lado da estrada e trouxe para Cass e Ben alguns sanduíches que sua esposa fez para eles. Henderson diz a eles que podem ficam lá. Ben explica que, mais tarde seu plano de vida é tornar-se um lançador do St. Louis Cardinals – famoso time de beisebol -. Os dois ficam por lá alguns dias. Nós não sabemos o plano completo de Cassie, mas uma noite, quando eles ouvem Henderson e sua esposa brigando ela vira para Ben e lhe diz que vão se casar, depois completa dizendo "essa é uma parte importante do plano." Nessa mesma noite, Cass tem outro flashback pesadelo envolvendo o acidente de carro o que nos dá um pouco mais  de informação sobre o seu segredo. No dia seguinte, Henderson faz uma cerimônia de casamento para os dois.
Ambos voltam à estrada, mas quando eles param para descansar, um carro da polícia estaciona. Os oficiais acusam os dois por estarem sozinhos, mas Cass rapidamente cria uma história. "Nós estamos com naquele carro verde parado ali do lado do banheiro". Cass continua a mentir dizendo que seu pai fez um transplante de bexiga recente e tem sido "mais como uma convenção médica do que um período de férias." Quando o xerife Brock está quase convencido, o carro sai do estacionamento. Parece que Ben e Cass vão passar a noite na cadeia, até que Cass finge uma crise em sua cela. Até que o designado para proteger os dois acredita nela e deixa involuntariamente Ben para fora da cela para ajudá-la. Enquanto ele se prepara para ajudar a prevenir o ataque de asfixia em sua língua, Bem empurra o cara dando-lhes tempo suficiente para escapar e trancar a porta da cela de prisão por trás deles.
Como eles tomam a sua próxima estadia, Ben faz um argumento curto e Cass pergunta sobre sua atitude ousada. Um ônibus cheio de hippies puxa para cima e um homem vai até Cass lhe pedir indicações para Memphis . Ele promete os levar com entanto que Cass os ajude lhes indicando o caminho. Só que Ben tem uma crise de ciúmes e faz com que eles desçam do ônibus no meio do caminho. Depois de serem abandonados em uma fazenda, Cassie torna-se um tanto hostil e começa a chatear Ben sobre como ele "seria muito bom para mim e meu corpo estar em um ônibus quentinho que estava indo exatamente onde queremos" a defesa de Ben é, "nós estamos casados você sabe. Isso é deveria contar para alguma coisa."
Na Virgínia, o braço de Cassie começa a inchar. Depois de olhar para ela, Ben percebe que parece grave e chama um médico solidário que os de assistência médica durante a noite, vendo como eles estão duas crianças são questionados sobre onde eles estão e quem são seus pais. Cass, mais uma vez, tenta criar uma história elaborada envolvendo seu pai, sendo demitidos em uma fábrica local e dinheiro que está sendo apertado. Tal como antes, a história de Cassie, infelizmente não cola. Antes de entrarem em contato com o xerife local, Ben rapidamente cria outra história sobre sua mãe ser presa por roubo à mão armada no Arizona. Cassie é tratado e ambos estão de volta em seu caminho.
Depois de passarem por mais alguns perenges eles finalmente chegam em Baltimore, onde a tia e o tio de Cassie vão acolher os dois. Nos primeiros dias Cass aparenta felicidade por ter chegando ao lugar onde realmente queria estar, só que depois de um  tempo se torna mais distante e irritada com todo mundo, essa ações cada vez mais freqüentes começam a provocar terríveis sentimentos e lembranças para ressurgir com mais pesadelos frequentes. Cass tem outro flashback horríveis que fornece outra parte de sua memória escura reprimida.
Vemos Ben ficar junto com a tia e o tio de Cass, enquanto ela senta num canto, sozinha, e com um olhar vazio e à distância. Em uma cena mais tarde, o tio de Cassie decide tentar e, finalmente, a envolve em uma atividade. Cass começa a dançar com seu tio quando ele, como um passo de dança, a levanta por um momento e ele fica chocado quando Cassie se espatifa no chão após o esforço de seus braços enquanto começa a gritar. Ela se enrola, esconde o rosto, e começa a chorar. Seu tio, tia, e Ben todos se reúnem em torno de Cass com olhares de medo e confusão.
Depois de finalmente adormecer e ser levado para a cama, Ben acorda para ver como está Cass e vê que ela não está ao seu lado na cama, ele começa a procurar pela casa e encontra-a olhando para ele, com um olhar agora completamente em branco, ela fica com o vento soprando levemente pelos cabelos e vestido enquanto estava na varanda. Ela é levada para o hospital psiquiátrico da Virgínia. Não há palavras entre eles, Ben dá um abraço muito emocionado de adeus em Cass e ela é então levado para o quarto dela. Ben é enviado para uma academia militar na Carolina do Norte. Para ficar lá esperando para ver se Cass vai ficar melhor, ele é informado de que ela ficará em uma enfermaria de alto risco para observação durante pelo menos 18 meses.
Ben decide fugir da academia e, finalmente, ir salvar Cass antes que seja tarde demais. Ele acaba pegando uma carona com um empresário que está a caminho da Virginia. Eles conversam um pouco sobre as famílias. Ben menciona abertamente o seu plano para resgatar sua esposa para fora de uma enfermaria psiquiátrica. Ben monta um plano para infiltrar-se no hospital depois de horas de silêncio perto da porta antes que se feche depois de um funcionário sair para. Ben faz o seu caminho para o quarto de Cassie, apenas para encontrá-la estranhamente calma e tranquila. Ele sobe e senta-se suavemente ao lado dela. Ele diz para Cass, que ele veio para tirá-la de lá. Ela parece relutante e pergunta: "se eu estiver realmente cansada?" Cass que se inclina, o beija suavemente na bochecha, e deita a cabeça no ombro dele. A próxima cena é um flashback de divulgação e cheia de segredos destrutivos de Cassie.
É uma noite de tempestade e os Kenningtons estão caminhando apressadamente por uma estrada de país. Cass está sentado no banco do passageiro da frente, com seu pai, dirigindo, e sua mãe sentada na poltrona do meio traseiro. Cass é vista colocando um travesseiro para cobrir as pernas cruzadas, aparentemente para se proteger de seu pai. O pai dela, em seguida, remove o travesseiro, e começa a esfregar a perna com os dedos. Logo ela revida, gritando, e faz com que o carro se desvie e depois bata. Minha interpretação dessa parte, o pai dela estrupava ela e a mãe dela não falava nada, daí ela se revoltou e provocou o acidente.   
Depois do flashback, somos trazidos de volta à Cass e Ben no hospital. Ben diz que ela "tomou-o como o tempo que você poderia. Você não pode se culpar por isso." Ele empurra o cabelo para trás para tentar confortá-la, e ela responde com tristeza, "houve partes boas também" Ben repete que a sua hora de sair. Cassie sente culpa e lhe diz: "Eu estou doente. Quando você matar duas pessoas, você fica doente." Ele diz a ela novamente que ele está levando-a para fora de lá e garante que eles vão se preocupar com tudo o resto mais tarde. Ela concorda e eles escapam.
Ben narra que, antes de ele e Cass poderia começar sua vida juntos, ele tem de resolver algumas coisas por si mesmo em primeiro lugar. Ben é visto queimando o cinema de sua mãe e batendo no barco de seu pai. Parece um ato de raiva só no começo. Na verdade, ele os fez livres de suas próprias distrações que os manteve longe da verdade. Agora, quando eles perderam o que eles achavam que era o seu único significado da vida, eles olham em ruínas, mas eles são livres
O filme progride então mostra a vida de Ben e Cassie à medida que envelhecem, com a voz de Ben criança ainda a narrar. Quando eles são adultos, Cass torna-se um editor de livros de crianças e Ben se torna o mais novo lançador na Major League Baseball. Depois de muitos anos nessa vida ele para e decide se torna um escritor como Cass havia planejado. Eles tem dois filhos, cujos nomes são desconhecidos. Vemos, agora, um idoso, Ben e Cass andando juntos na praia de mãos dadas.  Ele continua a narrar as lições que aprendeu na vida. "Ter a chance de dar o que você nunca teve. A maioria das pessoas precisa de um plano. A vida é louca o suficiente sem um." Ben está agora caminhando pela praia sozinho. A narração continua: "A parte mais difícil da vida é perder alguém que você ama. Na começo, você quase deseja que você nunca soube dela, por isso iria parar de doer tanto. Parece que ele a dor vai matar você". Agora mostrando cenas anteriores, quando Ben se conheceram Cass e de sua jornada. "Ai  você pensa que se não tivesse feito isso acabaria perdendo o doce  fardo de ser necessário. Dá a sua vida uma finalidade. Realmente. E isso faz você se sentir bem. Isso é outra coisa Cassie me ensinou. É tudo parte do plano."


Preciso confessar uma coisa, a descrição do filme não é toda minha peguei de um site, só que tem vários comentários meus e fui eu que traduzi várias partes já que os site estava em inglês. 
Gente o trailler está em inglês, mas dá para ter uma ideia mais ou menos de como é o filme.

Dica de leitura - Fevereiro de 2011

Sei que fevereiro ainda não chegou, só que depois de muito imaginar qual seria o livro ideal para esse mês finalmente cheguei a uma decisão e como sou uma pessoa inconstante antes que resolve-se mudar de ideia decidi postar logo aqui. 
Como fevereiro é o mês do meu aniversário escolhi um dos meus livros favoritos, O amor está no quarto ao lado. Me apaixonei por esse livro desde a primeira página e quando cheguei na última bateu uma tristeza tão grande, queria que não acaba-se rs'. Mais enfim, vamos logo ao livro. Esse livro foi feito como uma web novela interativa, ou seja, quase todos os dias a autora postava algo do livro, em um blog que foi feito só para isso, dai apartir dos comentários que recebia ia formando os novos capítulos. O livro foi feito no período de 11/08/2007 a 01/12/2007, no seguinte blog:O amor está no quarto ao lado 

Agora vamos a história, O amor está no quarto ao lado fala de um amor que não era para acontecer. Ruan é um capital do exército que depois de um acidente fatal com um de seus homens passa a ter que cuidar da filha do homem que morreu. A garota é a Jeni, no começo a missão foi meio dificil ainda mais por que ele teria que se mudar de São Paulo para o Rio de Janeiro e Jeni não queria isso, para falar bem a verdade ela não queria ir se mudar, só que depois que uns caras para que o pai dela devia uma quantia em dinheiro fazem uma "visita" a casa dela ela decide que vai se mudar com Ruan. Com o passar dos dias Jeni começa a gostar de Ruan e vice-versa, só tem uma coisinha Ruan tem 32 anos e Jeni tem 17, dai o medo de uma relação com uma diferença de idade tão grande faz com que eles decidam que não vão ficar juntos, pelo menos por um tempo.....  Nesse meio tempo Jeni conhece um cara pela internet, Daniel, e Ruan passa a sair com uma ex-namorada sua, Virginia, só que mesmo com isso Jeni ainda quer Ruan e ele quer ela! Até que um dia o pessoal da turma dela decide fazer um acampamento e como Ruan é um expert no assunto eles o convidam para ir junto na tal viagem, quando chegam lá as coisas começar a rolar e tal até que chega um ponto que não dá mais para aguentar e Jeni finalmente se declara para o Ruan e ele para ela, gente essa parte é tão linda! Sei que sou meio suspeita para falar já que sou apaixonada por declarações de amor, só que a deles foi tão fofa, vou colocar esse pedaço para vcs. 

" _Ruan? _ chamei-o pelo nome.

_Oi. _ ouvi-o.

Segui a direção de onde vinha sua voz. Subi em uma pequena elevação de terra. Caminhei por uma trilha de pedras e folhas que chiavam sob a sola do meu chinelo. O barulho da água do riacho arrebentando nas pedras ainda podia ser ouvido dali, mas com menor intensidade. Alguns passarinhos cantavam na copa das árvores altas de verdes folhas. Galhos se entrelaçavam e se uniam, dificultando a passagem dos raios de sol.

Encontrei Ruan. Estava com um facão na mão e cortava alguns galhos para fazer a fogueira que Henrique sugerira. Sua camisa estava pendurada na parte de trás da bermuda verde. Para aliviar o calor, exibia o peito nu. A cada movimento, seus músculos tomavam formatos rígidos e curvos.

_Você está aqui sozinho? _ parei na sua frente e coloquei as mãos no bolso de trás da minha bermuda jeans, como costumava fazer.

_Eu estou bem. _ ele respondeu e parou de cortar os galhos. _ O contato com a natureza me emociona. _ brincou.

Eu sorri, adorava seu senso de humor, mesmo que fosse para usar alguma ironia.

_Eu até fui alvo de um passarinho. _ Ruan virou o ombro e mostrou nas costas um arranhão vermelho.

_Quê? _ eu me aproximei e passei o dedo, delicadamente, sobre o local. _ Como assim?

_Está vendo ali... _ ele apontou e me fez olhar na direção que indicava. _ ... no topo daquela árvore, olhe bem no meio daquele galho em forma de “v”.

_Um filhote de passarinho! _ exclamei.

_Pois é, só que, alguns minutos atrás, ele estava aqui no chão. Caiu tentando voar. E veja como eu sou bonzinho com os animais, eu escalei a árvore e o coloquei de volta no lugar.

_Você?

_Depois diz que eu sou um assassino de animais.

Eu dei uma risada e continuei olhando para o ninho.

_Só não contava que iria encontrar a mãe dele lá em cima. Ela cravou as garras em mim.

_Nossa, Ruan, fala como se tivesse rolado no chão com um tigre.

_Não diminui meu ato de heroísmo, por favor?!

_Tudo bem, vou te dar uma medalha de honra ao mérito pelo serviço prestado à espécie de passarinhos.

_Os animais são assim... _ ele também continuava com sua atenção na ave em cima da árvore. _ ... Eles defendem seus filhotes até a morte.

_ Alguns seres humanos deveriam ser mais animais. _ eu disse.

Ruan olhou-me e entendeu a quem eu me referia. Sentia falta de ter pais como aqueles passarinhos para me defender.

_ Não reclame do seu destino... _ ele aconselhou com uma voz doce e calma. _ ... Por mais que pareça ruim, acaba te levando para a felicidade.



_Vou te contar uma estória! _ Ruan sempre tentava me animar, quando eu ficava triste com as lembranças do passado. _ Quer ouvir?

_Hum-hum. _ fiz um sinal afirmativo com a cabeça e sorri.

_Um homem era muito rico, milionário. Quando ele morreu, deixou muitas fazendas para os seus filhos. Todos receberam terras muito férteis, menos o mais novo, que acabou com um charco inútil para a agricultura. Seus amigos ficaram muito triste por ele e o visitaram. Foram lamentar por aquela injustiça. Mas, ele olhou para os amigos e disse: “O futuro vai dizer se foi uma coisa boa ou uma coisa má.”

... Dois anos depois, o país sofreu uma inversão de temperatura e uma grande seca acabou com os pastos e plantações. O gado morreu de sede e de fome. As terras dos irmãos agora não serviam para nada. E esse irmão, que tinha um charco, ficou rico porque sua terra era um oásis fértil. Seus amigos vieram comemorar e ele disse: “O futuro vai dizer se foi uma coisa boa ou uma coisa má”.

... O homem, então, comprou um lindo cavalo de raça, mas o bicho fugiu e todos ficaram tristes. Seus amigos vieram chorar com ele. Mas o homem repetiu a sua frase de sempre: “O futuro vai dizer se foi uma coisa boa ou uma coisa má”.

... Depois de uns dias, o cavalo voltou e, com ele, vieram outros cinco cavalos selvagens. Os amigos apareceram para comemorar, mas o homem falou: “O futuro vai dizer se foi uma coisa boa ou uma coisa má”.

... O seu filho mais novo tentou domar um desses cavalos selvagens e quebrou a perna. Mais uma vez, lá estavam os amigos para lamentar. “O futuro vai dizer se foi uma coisa boa ou uma coisa má”, repetiu o homem.

... Passados uns dias, o soldado do rei veio levar os jovens para a guerra. O pai já muito velho ficou aflito porque só tinha aquele filho e queria sua companhia para não ficar sozinho. Mas, o rapaz não precisou partir por causa da sua perna quebrada. Os amigos se alegraram e fizeram uma festa. O homem falou “O futuro vai dizer se foi uma coisa boa ou uma coisa má”.

_E a estória não acaba nunca? _ perguntei.

_É igual na nossa vida...

Eu sorri. Ruan estava certo, não fora completamente mal a morte do meu padrasto, pois agora eu tinha alguém que me amava. E eu também gostava muito de Ruan. Aquele sentimento aquecia meu coração e me trazia paz.

_Eu já tive situações que achei que seria o fim da minha vida... _ disse-me.

Olhei Ruan nos olhos e já não prestava mais atenção no que dizia. Descruzei os braços e dei dois passos à frente. Neste instante, ele percebeu que eu estava olhando fixamente para sua boca e suas palavras foram tornando-se confusas, como se eu representasse um campo magnético que interferia em suas reações.

_Eu... descobri... então... _ ele continuava a falar.

Segurei o rosto de Ruan com as duas mãos.

_Eu... _ ele já não sabia o que dizer.

Fechei os olhos e encostei minha boca na sua. Nossos lábios se encontraram, quentes e úmidos. Afastei o meu rosto, depois daquele rápido e delicado contato.

Dei dois passos atrás. Mordi meu lábio por dentro. O que eu acabara de fazer? Tinha beijado Ruan! E se ele me dissesse agora que fora um erro porque gostava daquela mulher do bar? Como eu iria me desculpar?

Dei outro passo atrás. Ruan continuava parado, acho que esperando para ver se eu fugia ou ficava, mas eu também dependia da sua reação.

Lá estava ele sem camisa, bermuda caindo da cintura, deixando suas entradas, firmemente, visíveis. Tinha a boca entreaberta e o peito respirando mais forte, alterado pelo que acabara de acontecer.

_Desculpe... Eu não... _ comecei a desfazer os efeitos daquele ato impulsivo, antes que ele começasse a me explicar que eu fizera uma besteira. _ Esquece. Não precisa dizer nada...

Virei de costas para sair, mas o barulho das folhagens do chão sendo pisadas atrás de mim indicava que ele saíra do lugar e vinha na minha direção. Agora eu estava com um frio na barriga e meu corpo inteiro recebeu uma descarga de adrenalina.

Senti a mão de Ruan no meu braço. Ele me virou e, em uma fração de segundos, estávamos olhos nos olhos. Foi sua vez de segurar meu rosto com as duas mãos. Afastou o meu cabelo e olhou diretamente para meus lábios já entreabertos.

Eu fiquei com as mãos perdidas no ar, sem saber onde tocá-lo. Ruan inclinou a cabeça para a esquerda e lentamente se aproximou. O ar quente que saía de suas narinas sobre os meus lábios indicava que faltava muito pouco para a grande explosão. Éramos uma bomba relógio em contagem regressiva, 3, 2, 1. Ruan beijou-me. Seus lábios úmidos deslizaram entre os meus. Senti sua língua e ele, a minha. Ondas elétricas percorriam o meu corpo. Seus dedos, entre os meus cabelos, seguravam minha nuca e guiavam minha cabeça. Abracei sua cintura. Era delicioso beijá-lo, nada mais existia além de nós dois e nossas bocas se misturando.

Alguns minutos depois ele afastou um pouco seu rosto e nos olhamos. Eu fui a primeira a rir com vergonha, mas maravilhada com a intensidade daquele beijo.

_Se isso é bom ou mal, eu não sei... _ ele sorriu, sem parar de olhar para minha boca. _ ... Eu só sei que não quero parar.

_Nem eu..._ falei baixinho.

Ruan beijou-me novamente e eu retribui com a mesma vontade."

Não foi lindo? Eu achei lindo. Ah tenho que explicar uma coisa para vcs, o livro é dividido nas falas da Jeni e do Ruan, cada um conta uma parte da história, tipo como se fosse um diário de cada um, a fala ai de cima é da Jeni. 
Agora vamos voltar a história, depois do beijo eles começam a namorar e tal, só que começam a acontecer várias coisas ruins. Depois de uns meses a mãe da Jeni do nada aparece na casa da Jeni e do Ruan, é que é assim a mãe da Jeni tinha abandonado ela e o pai dela a uns anos. Estaria tudo bem se a mãe da Jeni não fosse ex namorada do Ruan!!!! Mais uma coisa que merece ser explicada, a Jeni não é filha do cara que morreu, ele é pai adotivo dela só que ele sempre criou ela como filha e tal, dai antes da mãe da Jeni conhecer esse cara ela saia com outros e tal, sendo que um desses outros era o Ruan! Choque né? Agora imagina uma história que é cheia de coisas assim, pronto agora vc já pode ter uma noção do que é O está no quarto ao lado (: 

Como já disse para vcs me apaixonei pela estória desde a primeira vez que li, isso foi a mais de um ano atrás e até hoje sou apaixonada por esse livro. 

Agora que já falei para vcs do livro vou falar um pouquinho sobre a autora. 
Conhecida popularmente como Li Mendi, se formou em jornalismo e depois em publicidade, o forte da mulher é fazer livros para a internet já que ela ainda não tem uma editora, incrivelmente injusto isso né? Tem tanto livro ruim que é publicado e livros bons ficam por ai vagando na internet ou pior o autor(a) consegue uma editora, o livro é publicado e tem uma tiragem mega pequena. As vezes dá raiva dessas editoras rs'. 


Para esse livro não vou deixar link para download, espero que entrem no blog do livro e baixem por lá, ok? 


O amor está no quarto ao lado



Ah espero também que leiam os outros livros dela, são todos ótimos *--* 


P.S. Para uma melhor visualização do slide que é proposto para a imagem do dica de leitura sugiro que se clique sobre a imagem.  

Preste atenção nesses sinais


Não deixe o amor passar - Carlos Drummond de Andrade

Quando encontrar alguém e esse alguém fizer seu  coração parar de funcionar por alguns segundos, preste atenção: pode ser a pessoa mais importante da sua vida.
Se os olhares se cruzarem e, neste momento, houver o mesmo brilho intenso entre eles, fique alerta: pode ser a pessoa que você está esperando desde o dia em que nasceu.
Se o toque dos lábios for intenso, se o beijo for apaixonante, e os olhos se encherem d'água neste  momento, perceba: existe algo mágico entre vocês.
Se o 1º e o último pensamento do seu dia for essa pessoa, se a vontade de ficar  juntos chegar a apertar o coração, agradeça: Algo do céu te mandou um presente divino : O AMOR.
Se um  dia tiverem que pedir perdão um ao outro por algum motivo e, em troca,  receber um abraço, um sorriso, um afago nos cabelos e os gestos valerem  mais que mil palavras, entregue-se: vocês foram feitos um pro outro.
Se por algum motivo você estiver triste, se a vida te deu uma rasteira e a outra pessoa sofrer o seu sofrimento,  chorar as suas lágrimas e enxugá-las com ternura, que coisa maravilhosa: você poderá contar com ela em qualquer momento de sua vida.
Se você conseguir, em pensamento, sentir o cheiro da pessoa como se ela estivesse ali do seu lado...
Se você achar a pessoa maravilhosamente linda, mesmo ela estando de pijamas velhos, chinelos de dedo e cabelos emaranhados...
Se  você não consegue trabalhar direito o dia todo, ansioso pelo encontro que está marcado para a noite...
Se você não consegue imaginar, de maneira nenhuma, um futuro sem a pessoa ao seu lado... Se você tiver a certeza que vai ver a outra envelhecendo e, mesmo  assim, tiver a convicção que vai continuar sendo louco por ela...
Se você preferir fechar os olhos, antes de ver a outra partindo: é o amor que chegou na sua  ida.
Muitas pessoas apaixonam-se muitas vezes na vida, mas poucas amam ou encontram um amor verdadeiro.
Às vezes encontram e, por não prestarem atenção nesses sinais, deixam o amor passar, sem  deixá-lo acontecer verdadeiramente. É o livre-arbítrio.
Por isso, preste atenção nos sinais.
Não deixe que as loucuras do dia-a-dia o deixem cego para a melhor coisa da vida: o AMOR !!!
Ame muito.....muitíssimo...

10 looks que eles odeiam

Sou hiper desligada em moda, para mim estilo é uma coisa própria, cada pessoa deve se vestir do jeito que se sinta bem. Mas achei ontem essa matéria do Bolsa de Mulher super interessante e hoje quando entrei para copiar a matéria para minha surpresa eles tinha tirado do ar! Acho que isso foi por causa das críticas que o site estava recebendo por causa da matéria, por isso como forma de protesto vou tentar refazer a matéria, claro que não vai ficar igual a de lá só que não custa nada tentar. 


1 - Calças Saruel 

Quanto a isso eu até concordo se você for baixinha como eu, mas se você tiver uma altura em que a calça fica legal acho fica legal,














2 - Batom fluorecente       

Tai uma coisa que acho que merece ser usada com bom senso, não gosto de cores que chamativas demais, gosto de coisas básicas por isso jamais usaria um batom flúor, mas se você gosta então use com bom senso se está com o batom flúor use uma maquiagem mais leve.




3 - Unhas com desenhos chamativos 

Não apoio
Mais uma coisa que eu acho que merece ser usado o bom senso, se for uma com desenho como essas ai do lado jamais usaria e temos que concordar uma mulher poderosa não tem como sobreviver a um dia com esse tipo de unha. Apoio unhas como a de baixo, mas a do lado não.







Apoio



















4 - Sapatos Oxford em mulheres

Uma coisa que eu apoio, por mais que exista a lei dos direitos iguais e homens e mulheres possam usar as mesmas coisas acho que sapatos Oxford devem continuar com os homens.









5 - Calças boyfriend 

Super apoio o uso das calças boyfriend, são super lindas e qualquer mulher pode usar. Essa os homens vão ter que engolir rs'. 









6 - Roupas balone 

Mesma coisa da calça saruel, vc tem que ter um porte físico legal para usar um desses, se você estiver se sentido meio gordinha e melhor passar longe desse tipo de roupa.








7 - Roupas com estampas de animais 

Essa é mais uma que vai para o bom senso, se for um casaco como esse ai do lado CUIDADO para não exagerar no restante do look combine com algo bem básico assim você vai arrasar.








8 - Acessórios extravagantes

Super concordo com esse! Nem preciso dizer o porque né?













9 - Roupas fluorecentes

Também super concordo com esse, ainda mais se for um flúor estilo Geisy Arruda ai do lado.











10 - Sapatos Clog

Eu particularmente não tenho nada contra eles, acho até bonitinho. Só que não gosto de saltos, então muito provavelmente não usaria.


Bom gente acho que é só isso, lembrem-se eu não entendo absolutamente nada de moda! Só dei pequenos palpites, se não gostarem do que falei irei entender perfeitamente, afinal não se pode agradar a todos.

Um passeio rápido

Lembram que disse que fui a um cémiterio com uns amigos meus fazer um trabalho? Se não lembram deem uma olhada na seguinte postagem Mais uma coisa triste da minha vida. Eu fiquei de contar mais sobre o assunto, então vamos lá. Minha professora teve a ideia de montarmos documentários como trabalho para cumprir a carga horária a turma gostou da ideia e desde a semana passada estamos trabalhando nisso. A turma ficou se dividiu em equipes, cada equipe monta um documentário sobre o tema que quiser. Depois de muito pensar minha equipe decidiu fazer sobre o livro "Visagens e assombrações de Belém" do autor paraense Walcyr Monteiro, decidimos que iríamos no cemitério para batermos umas fotos dos túmulos de algumas pessoas que fazem parte das lendas contadas no livro, chegando lá no lugar batemos as fotos só que depois vendo a situação do lugar decidimos falar sobre como o lugar é mal tratado, gente as imagens são mesmo chocantes, encontramos túmulos abertos! Ossos, muitos ossos mesmo!! Foi horrível. Só que o que mais me chocou foi o fato de um dos cemitérios que visitamos ser tombado pelo IPHAN e se encontrar em estado deploravél. Mas não posso falar muito sobre isso senão vou contar demais sobre o vídeo. 



Agora só para aumentar a curiosidade de vocês sobre como está ficando o vídeo vou colocar algumas imagens que batemos lá. 





Aquela que lhes escreve


A entrada no cemitério de Santa Izabel



Leandro e Gabryel
 

Jéssica e Talissa

Na saída do cemitério da Soledade


Mais uma coisa sobre Feios

Esqueci de falar que a Editora Record lançou um video falando sobre o livro. O video é esse ai de baixo. 



Ah o meu estou lendo irá ser atualizado mais tardar amanhã, 26 de janeiro. 

Série Feios - Scott Westerfeld

Agora um pouquinho da nossa série que começei, apartir dessa semana pretendo ler a série Os Feios do autor Scott Westerfeld que é composta por 4 livros - Feios, Perfeitos, Especiais e Extras -, sendo que somente dois foram lançados no Brasil, Feios e Perfeitos ambos ano passado.

Como ainda não li o livro não posso dar uma opinião ainda. Então só para o post não ficar em branco vou colocar algumas resenhas achadas na net. 

                                              Feios 

Tally Youngblood é feia. Não, isso não significa que ela é alguma aberração da natureza. Não. Ela simplesmente ainda não completou 16 anos. Em Vila Feia, os adolescentes ficam presos em alojamentos até o aniversário de 16 anos, quando recebem um grande presente do governo: uma operação plástica como nunca vista antes na história da humanidade. Suas feições são corrigidas à perfeição, a pele é trocada por outra, sem imperfeições ou – nem pense nisso – espinhas, seus ossos são substituídos por uma liga artificial, mais leve e resistente, os olhos se tornam grandes e os lábios, cheios e volumosos. Em suma, aos 16 anos todos ficam perfeitos.
Tally mal pode esperar pelo seu aniversário. Depois da operação, vai finalmente deixar Vila Feia e se mudar para Nova Perfeição, onde os perfeitos vivem, bebem, pulam de paraquedas, voam a bordo de suas pranchas magnéticas, e se divertem (o tempo todo). Mas, enquanto espera que as poucas semanas até completar 16 anos passem, Tally precisa se distrair.
Uma noite, ela conhece Shay, uma feia que não está nem um pouco ansiosa para completar 16 anos. Pelo contrário: Shay pretende fugir dos limites da cidade e se juntar à Fumaça, um grupo de foras-da-lei que sobrevive retirando seu sustento da natureza.
Para Tally, isso é uma maluquice. Quem iria querer ficar feio para sempre, ou se arriscaria a voltar para a natureza e queimar árvores para se aquecer, em vez de viver com conforto em Nova Perfeição e se divertir à beça? Mas, quando sua amiga desaparece, os Especiais, autoridade máxima deste novo mundo, propõem um acordo com Tally: se unir a eles contra os enfumaçados ou ficar feia para sempre. A escolha de Tally irá mudar o mundo para sempre.



                                               Perfeitos   

Tally finalmente é perfeita. Agora seus traços são perfeitos, suas roupas são maravilhosas, seu namorado é um gato e ela é muito popular. É tudo que ela sempre quis. Mas por trás de tanta diversão – festas que nunca terminam, luxo e tecnologia, e muita liberdade – há uma incômoda sensação de que algo está errado. Algo importante. Então uma mensagem, vinda do passado de Tally como feia, chega. Ao lê-la, Tally se lembra o que há de errado na sua vida perfeita, e a diversão chega ao fim. Ela terá de escolher entre lutar para esquecer o que sabe e lutar por sua vida, pois as autoridades não pretendem deixar que ninguém ciente desse tipo de informação sobreviva.


                                                Especiais


Tally se tornou não apenas Especial, mas Cortadora, o que significa que além de linda, ela também é letal. Nada pode impedi-la quando está em uma missão. Ou quase nada. Um reencontro com um pedaço da sua antiga vida deixa Tally balançada entre seus instintos programados de Especial e sua antiga consciência. 



Extras

Até o momento não foi divulgada a sinopse. 


Eu estou super empolgada para começar a ler os livros, hoje estou terminando de baixar o primeiro muito provavelmente vou começar a ler amanhã já que estou com a vista demais cansada hoje, passei a boa parte da manhã e da tarde na frente do pc tentando baixar um programa. O bom foi que consegui baixar o programa e ainda crakear ele, eu sei que isso é errado mais na boa a chave de destravamento custa $800,00 doláres! E bem eu ainda não estou roubando bancos e meus pais não iam me dar a grana para comprar a lincença. Ah outra coisa boa que descobri uns blogs super legais, entre eles o do cara que ensina a crakear. Depois falo mais detalhadamente sobre o blog dele. 


Uma coisa que já ia esquecendo sobre a série, no Brasil ela é publicada pela Editora Record. 
 

Save my life - Pink

 
 
Ela voltou com as drogas
Mesmo sabendo que não é certo
Ela não consegue sequer ligar para os amigos;
E dizer ?Me ajudem a salvar a minha vida!?
E ela tem tanta vergonha de si mesma
Que ela só anda em círculos
Ninguém entende como é ser essa garota

Então ela desapareceu, e ela;
Ela não foi clara, e ela;
Não disse para onde estava indo...

Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você pode me ouvir?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?

Ela teve o homem dos seus sonhos
E algum sucesso
Ela estava tão bem, e parecia feliz.
Mas foi nessa noite escura,
Que ela escorregou
E na manhã seguinte,
se sentiu uma merda!

Então ela está vagando por aí, e ela;
Está com a multidão
E ela está viajando para onde o vento sopra...

Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você pode me ouvir?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?

Mas ele realmente é um cara legal e verdadeiro
E ele quer salvá-la
Porque ele é melhor que todos os outros que ela já teve
Mas ela estava tão confusa;
E o coração dele está se partindo.
E agora ele sonha que ela vem bater na sua porta.

Salve a minha vida!

Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você pode me ouvir?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?

Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
Salve a minha vida, você pode me ouvir?
Salve a minha vida, você não vai me ajudar?
 
 
Essa música é simplesmente linda, me tocou profundamente. 

Listen to the rain - Evanescence


Ouça (ouça), ouça (ouça)

Ouça cada gota da chuva
Sussurrando segredos em vão
Fascinantemente procurando por alguém para ouvir
Sua história, antes que caiam no chão.

Por favor, não vá embora
Podemos ficar por enquanto?
É tão dificil dizer adeus
Ouça a chuva

Ouça, ouça,ouça,ouça,ouça,ouça a chuva
Pingando
Ouça (ouça), ouça (ouça)

Estive sozinha na tempestade
De repente, doce, palavras ganham forma
"Rápido", elas dizem "Porquê você não tem muito tempo"
Abra seus olhos para o amor a sua volta

Você pode achar que esta sozinho
Mas eu ainda estou aqui com você
Você pode fazer tudo o que sonha
Apenas lembre-se de ouvir a chuva

Ooh ooh oh oh oh oh
Ooh ooh oh oh oooh
Ouça
 
No momento que ouvi essa música pela primeira vez, foi amor imediato, mesmo que isso sempre aconteça com as músicas do Evanescence. Parece que a Amy Lee sempre sabe o que eu estou pensando. Muito louco.